Hojerizah - Ao Vivo 2000

Gerações se sucedem no rock brasileiro e algo fica sempre para trás. No caso do Hojerizah, o que não tem mais paralelo hoje é o cuidado que eles dispensavam à execução e aos arranjos (Flávio Murrah não fazia questão de esconder seus dotes instrumentais) e, principalmente com as letras e concepção dos discos. A capa de Hojerizah, muitos hão de lembrar, trazia uma recriação da cena do clássico surrealista do cinema, Um cão andaluz, de Luis Buñuel, em que uma navalha corta um olho.
"Naquela época todo mundo lia muito, haviam todos aqueles lançamentos da Brasiliense", conta Marcelo Larrosa. Mesmo correndo o risco de serem chamados de intelectualóides e herméticos, Murrah não hesita em fundir sua leitura com a temática desencantada do pós-punk nas letras do Hojerizah.
"A gente não tinha referência de nada do que estava sendo feito no rock. O Hojerizah chegava no Western (bar carioca onde os Paralamas do Sucesso estrearam) falando de bebida, depressão e sexo", conta Murrah.
Mesmo com versos do tipo "Bom dia, boa tarde/ Goodnight, quero dar um tapa?/ De topete, cara/ Vi Nova Iorque internada", "Pros que estão em casa" não fez feio nas rádios em 1987. Outras do primeiro disco, com dedilhados de guitarra smithianos e letras nada fáceis como "Tempestade em Viena" e "Roma", não tiveram tanta sorte.
"A gente tinha dificuldade de apresentar nosso trabalho, hoje seria mais fácil", acredita Murrah. Menos sorte ainda tiveram "Fogo" e "A lei", do álbum Pele, que ganharam execução apenas em rádios alternativas como a Fluminense FM.
(*Sílvio Essinger para o JORNAL DO BRASIL em Fevereiro de 1999)

Hojerizah Ao Vivo 2000
1. Gritos
2. Avenidas
3. A Lei
4. Roma
5. Dentes da Frente
6. Tempestade em Viena
7. Te procurar [?]
8. Senhora Feliz
9. Setembro
10. Que Horror
11. Pros Que Estão em Casa
12. Sol
13. Águas [?]
14. [encore]
15. Pros Que Estão em Casa [biz]

[ Download pelo Megaupload ]

Créditos: Lágrima Psicodelica

4 comentários:

Primavera Negra disse...

Putz, cara! Parabéns pelo blog.
Maria Angélica, HOjerizah, Vzyadoq Moe... um monte de coisa legal que acho que anda meio esquecida.
Hoje em dia o pessoal ( a molecada... ) só que saber de coisas tipo Detonautas, harlie Brown Jr, etc...
E pensar que achávamos as letras do Gessinger fraquinhas...
Mas parabéns, mesmo.
P.S. - você não tem o Histórias de Sexo e Violência, dos Replicantes? Eu tinha o vinil, mas uma garota pegou emprestado e se mudou...
Pros States! Nunca mais vou ver meu disco!
Vou visitar direto!
Renato

Marcelo Domingos Zulu disse...

Eu ainda era garoto quando comecei a ouvir na maldita FM as bandas que aqui encontro, e vê-las me deixa não com saudosisom, mas certeza de que aqueles eram dias melhores musicalmente se comparada a hoje .. hácoisas boas, mas não tanto quanto antes, mas já aí a lembrança de um moleque grande tentando salvar os arquivos. Muito Obrigado pela existênciadesde site, blog ou sei lá o que !!!. Valeu !!

fernando disse...

Achar material do hojerizah ao vivo é realmente muito raro, não teria como postar de novo não camarada, agradeço e divulgo seu site em troca!!

Helder disse...

REUPA AÍ POR FAVOR CARA! BANDAS COMO ESSA MERECEM DESTAQUE, PRECISO DESSE MATERIAL PARA TOCAR NAS MINHAS FESTAS ANOS 80! AGRADEÇO, ABRAÇÃO!